*(LITERATURA CLANDESTINA REVOLUCIONÁRIA)*MICHEL FOUCAULT LIBERTE-ME.

VC LEU MICHEL FOUCAULT,NÃO?ENTÃO O QUE VC ESTÁ ESPERANDO FILHO DA PUTA?ELE É A CHAVE DA EVOLUÇÃO DOS HUMANOS.HISTORIA DA LOUCURA,NASCIMENTO DA CLINICA,AS PALAVRAS E AS COISAS,ARQUEOLOGIA DO SABER,A ORDEM DO DISCURSO,EU PIERRE RIVIÉRE,A VERDADE E AS FORMAS JURÍDICAS,VIGIAR E PUNIR,HISTORIA DA SEXUALIDADE,EM DEFESA DA SOCIEDADE,OS ANORMAIS...EVOLUÇÃO OU MORTE!

Saturday, August 02, 2008

Irã aponta contradição do EUA em acordo nuclear com a Índia 02/08/08

As autoridades do Irã acusaram os Estados Unidos de aplicar uma política de "dois pesos e duas medidas" no âmbito nuclear, por assinar um acordo de cooperação com a Índia, um país que não assinou o Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP).O convênio entre os EUA e a Índia recebeu nesta sexta-feira (1) o sinal verde do Conselho de Governadores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), reunidos em Viena.Através deste acordo, os EUA oferecerão tecnologia e combustível nuclear à Índia, em troca de que este último permita aos inspetores internacionais supervisionar suas instalações atômicas civis.Apesar de a Índia ter um arsenal atômico e não haver assinado o TNP, os EUA decidiram já em 2006 promover um pacto que considera essencial para evitar o desenvolvimento de armamento nuclear."O Irã expressa sua séria preocupação sobre a política de dois pesos e duas medidas dos Estados Unidos, que minou e minará a credibilidade, integridade e universalidade do TNP", afirmou o representante do Irã na AIEA, Ali-Asghar Soltanieh.Soltanieh, em uma declaração apresentada ontem na AIEA e reproduzida pela imprensa iraniana, afirmou que o convênio entre EUA e Índia "legitima as ambições de Israel sobre armamento nuclear". Israel não assinou também o TNP."Há uma séria preocupação com o fato de que os EUA adotaram um passo que pode criar um precedente e preparar o caminho de Israel para continuar suas atividades nucleares clandestinas",acrescentou o representante iraniano na AIEA.A declaração iraniana vem à tona no mesmo dia no qual termina um prazo de duas semanas dado pelos EUA ao Irã para que responda a um plano de incentivos oferecido por vários países, em troca que Teerã suspenda seu programa de enriquecimento de urânio.O programa foi analisado em Genebra em 19 de julho entre representantes dos membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, Reino Unido, França, Rússia e China), além da Alemanha, assim como representantes do Irã.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home