*(LITERATURA CLANDESTINA REVOLUCIONÁRIA)*MICHEL FOUCAULT LIBERTE-ME.

VC LEU MICHEL FOUCAULT,NÃO?ENTÃO O QUE VC ESTÁ ESPERANDO FILHO DA PUTA?ELE É A CHAVE DA EVOLUÇÃO DOS HUMANOS.HISTORIA DA LOUCURA,NASCIMENTO DA CLINICA,AS PALAVRAS E AS COISAS,ARQUEOLOGIA DO SABER,A ORDEM DO DISCURSO,EU PIERRE RIVIÉRE,A VERDADE E AS FORMAS JURÍDICAS,VIGIAR E PUNIR,HISTORIA DA SEXUALIDADE,EM DEFESA DA SOCIEDADE,OS ANORMAIS...EVOLUÇÃO OU MORTE!

Thursday, January 25, 2007

PM reprime estudantes no ato contra o aumento da passagem,em vitoria no espirito santo.












































Começaram ontem, dia 23/01 as manifestações contra o aumento da passagem na Grande Vitória.
Cerca de 400 estudantes, na sua maioria do CEFETES, juntamente com alguns da UFES saíram às ruas pra protestar contra o aumento arbitrário às 17 horas. Tal aumento foi feito durante às férias dos alunos, para que esses não conseguissem articular um movimento. Mas agora, cerca de uma semana após o aumento, com a volta às aulas do CEFETES, o movimento ganha força, embora a volta às aulas da UFES só aconteça em março. Nesse primeiro dia de manifestação os estudantes saíram do CEFETES em passeata em direção ao centro de Vitória, ora com toda a avenida fechada, ora abrindo uma faixa. Lá abriram as portas de trás dos ônibus para o povo entrar. Os policiais sempre tentando mostrar sua força, em grande número, munidos de armas e cacetetes mantendo-se próximos à manifestação, mas nesse dia não houve confronto. Praticamente tudo noticiado na mídia foi que a manifestação causou distúrbios e etc...
Hoje, às 13 horas, as manifestações continuaram, cerca de 500 estudantes saíram em passeata em direção ao prédio da CETURB, empresa responsável pelo aumento abusivo e pela situação precária do transporte público. Chegando lá os estudantes ocuparam a frente do prédio. Muitos policiais já estavam à espera. Eles se postaram à frente da entrada, com o intuito de barrar a entrada dos manifestantes. No início estes não se intimidaram e lá continuaram, cantando e protestando, mas em um determinado momento os policiais avançaram sobre os estudantes batendo nestes com cacetetes, deixando alguns feridos, inclusive um com braço quebrado e outro ao tentar desesperadamente sair pulando a grade, junto com outros, pois a saída era estreita, bateu a cabeça no chão e teve que ser levado ao hospital. Mas a manifestação não acabou, o pátio em frente ao prédio onde estavam foi desocupado e todos foram à rua em frente ali para continuar o protesto, agora furiosos com a atitude policial. E mais policiais chegavam no local. Então foi decidido que dali iriam para a terceira ponte.
Ao chegar lá, um imenso batalhão de forças especiais aguardava, nos últimos 100 metros para chegar no pedágio, fazendo uma barreira humana, que contava com armas e cães. Ficou decidido então que não haveria confrontos ali e que deveriam ir à assembléia legislativa. Chegando lá, fizeram uma assembléia na frente do prédio e por fim os ônibus foram abertos novamente para a população. Amanhã continuarão os protestos em frente ao CEFETES às 13 horas novamente.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home