*(LITERATURA CLANDESTINA REVOLUCIONÁRIA)*MICHEL FOUCAULT LIBERTE-ME.

VC LEU MICHEL FOUCAULT,NÃO?ENTÃO O QUE VC ESTÁ ESPERANDO FILHO DA PUTA?ELE É A CHAVE DA EVOLUÇÃO DOS HUMANOS.HISTORIA DA LOUCURA,NASCIMENTO DA CLINICA,AS PALAVRAS E AS COISAS,ARQUEOLOGIA DO SABER,A ORDEM DO DISCURSO,EU PIERRE RIVIÉRE,A VERDADE E AS FORMAS JURÍDICAS,VIGIAR E PUNIR,HISTORIA DA SEXUALIDADE,EM DEFESA DA SOCIEDADE,OS ANORMAIS...EVOLUÇÃO OU MORTE!

Monday, March 24, 2008

Comandante militar dos EUA acusa Irã por ataque em Bagdá 24/03/08 é a guerra psicológica do império.

Planos de guerra da administração Bush para o Irão
http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=6868
O comandante-geral das forças americanas no Iraque, general David Petraeus, acusou o Irã de estar por trás do ataque de domingo na Zona Verde de Bagdá, no Iraque.

O ataque contra a área de segurança máxima onde ficam prédios do governo e embaixadas deixou 15 mortos.Em uma entrevista à BBC, Petraeus disse que o Irã forneceu os foguetes usados no ataques, além de ter treinado e financiado os insurgentes que os dispararam.Segundo ele, o Irã está acrescentando "catalisadores letais para o que é uma mistura muito inflamável no Iraque".
"Os foguetes que foram lançados na zona internacional foram fornecidos pelo Irã. Foguetes feitos no Irã, lançados pelos grupos especiais, como eles são chamados, elementos que são pagos, financiados, treinados e equipados, e foram dirigidos pela Força Quds, iraniana", disse. A Força Quds, do Irã, é um braço da Guarda Revolucionária iraniana."Tudo isso em uma violação completa das promessas feitas pelo presidente (Mahmoud) Ahmadinejad e outros importantes líderes iranianos aos seus colegas iraquianos", acrescentou.Até o momento os americanos não forneceram provas destas afirmações. E o Irã também não se manifestou a respeito das acusações de Petraeus.
Petraeus também comentou a notícia de que o número de militares americanos mortos no Iraque chegou a 4 mil."Isto mostra claramente o quanto este esforço tem sido difícil, o quanto tem custado aos Estados Unidos e aos países da coalizão aqui, como esta tarefa é difícil", afirmou.Mas o comandante das forças americanas no Iraque também acrescentou que houve progresso devido ao fato de comunidades sunitas iraquianas estarem mudando de posição e se virarem contra os militantes da Al-Qaeda.
"A mudança nas comunidades até nos surpreendeu. Comunidades em particular que estavam cansadas e reconheceram a Al-Qaeda pelo que é: (um grupo de) criminosos, bárbaros, que realizaram ataques de violência indiscriminada, com uma ideologia extremista.""Eles (membros das comunidades) refletiram e se perguntaram por que permitiram estas pessoas em suas comunidades", disse."Apesar de tudo, obviamente ainda existem desafios significativos. A Al-Qaeda e seus outros afiliados estão lutando muito para reiniciar a violência sectária", acrescentou. Além do ataque à Zona Verde, no qual 15 civis foram mortos, ainda no domingo quatro soldados americanos morreram quando seu veículo de patrulha foi atingido por uma bomba no sul de Bagdá.Os incidentes de domingo ocorreram apesar de uma redução geral na violência no Iraque desde junho de 2007, quando os Estados Unidos enviaram mais 30 mil soldados ao país.



0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home