*(LITERATURA CLANDESTINA REVOLUCIONÁRIA)*MICHEL FOUCAULT LIBERTE-ME.

VC LEU MICHEL FOUCAULT,NÃO?ENTÃO O QUE VC ESTÁ ESPERANDO FILHO DA PUTA?ELE É A CHAVE DA EVOLUÇÃO DOS HUMANOS.HISTORIA DA LOUCURA,NASCIMENTO DA CLINICA,AS PALAVRAS E AS COISAS,ARQUEOLOGIA DO SABER,A ORDEM DO DISCURSO,EU PIERRE RIVIÉRE,A VERDADE E AS FORMAS JURÍDICAS,VIGIAR E PUNIR,HISTORIA DA SEXUALIDADE,EM DEFESA DA SOCIEDADE,OS ANORMAIS...EVOLUÇÃO OU MORTE!

Friday, July 18, 2008

Parlamento Amazônia declara 4ª frota ameaça à soberania 18/07/08

Quarta Frota: mensagem de guerra
http://www.tlaxcala.es/pp.asp?lg=po&reference=5221
é possível uma invasão norte-americana na Amazônia
http://www.tlaxcala.es/pp.asp?lg=po&reference=2259
“América Latina está acabando com a dependência dos EUA”
http://www.tlaxcala.es/pp.asp?lg=po&reference=3622
Estrangeirização da Patagônia: por terra, por água e… por ar?
http://www.tlaxcala.es/pp.asp?lg=po&reference=4714
a segurança do Brasil, o petróleo e a realidade do dólar
http://www.tlaxcala.es/pp.asp?lg=po&reference=5132
O Parlamento Amazônico, representado por Brasil, Bolívia, Colômbia, Suriname e Venezuela no Parlamento Amazônico (Parlamaz) encerrou a Reunião com uma declaração chamada "Carta de Brasília", na qual defendem o desenvolvimento sustentável e afirmam que a presença da Quarta Frota Americana nos Mares do América do Sul é uma ameaça a soberania dos países da região. O encontro do Parlamaz começou na última segunda-feira, 14 e terminou nesta quarta-feira, 16, em Brasília.- Manifestamos nossa preocupação pela presença da Quarta Frota nos mares da América do Sul, o que representa uma verdadeira ameaça à soberania dos povos latino-americanos, e instamos nossos governos, parlamentos e povos amazônicos a pedir explicações ao governo dos Estados Unidos -, diz o documento do Parlamaz.Além da questão do desenvolvimento sustentável - que tomou a maior parte do debate -, os parlamentares celebraram o restabelecimento das relações entre os governos da Venezuela e da Colômbia. E acrescentaram: "Convidamos os demais países do continente a solucionar as dife-renças pela via diplomática, para garantir a paz na região".
Os parlamentares manifestaram ainda o propósito de fortalecer o Parlamaz como instituição política de integração dos povos amazônicos e como fórum de debate permanente para a proteção integral do ecossistema regional. O texto enfatiza a proteção da biodiversidade, dos recursos naturais, dos povos indígenas e dos camponeses.O documento esclarece que o Parlamento Amazônico é um órgão regional com funções de propor normas e políticas para região, acompanhando sua execução após terem sido aprovadas pelos parlamentos dos países-membros.
O Parlamaz também declarou rejeitar todos os projetos de desenvolvimento ou obras de infra-estrutura que não apresentem estudos de impacto ambiental e as obras que prejudiquem a sustentabilidade do ecossistema e dos povos da região. A criação da Universidade Amazônica também foi destacada no documento.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home