*(LITERATURA CLANDESTINA REVOLUCIONÁRIA)*MICHEL FOUCAULT LIBERTE-ME.

VC LEU MICHEL FOUCAULT,NÃO?ENTÃO O QUE VC ESTÁ ESPERANDO FILHO DA PUTA?ELE É A CHAVE DA EVOLUÇÃO DOS HUMANOS.HISTORIA DA LOUCURA,NASCIMENTO DA CLINICA,AS PALAVRAS E AS COISAS,ARQUEOLOGIA DO SABER,A ORDEM DO DISCURSO,EU PIERRE RIVIÉRE,A VERDADE E AS FORMAS JURÍDICAS,VIGIAR E PUNIR,HISTORIA DA SEXUALIDADE,EM DEFESA DA SOCIEDADE,OS ANORMAIS...EVOLUÇÃO OU MORTE!

Friday, May 23, 2008

o brasileiro Ramon de Paula e o chefe da missão da sonda espacial Phoenix 23/05/08 é realmente incrível chegar até marte .novos mundos

Phoenix mars
http://phoenix.lpl.arizona.edu/
(Embora ainda pequeno, o planeta vermelho já se deixa mostrar, ou como nos mostrou o astrónomo amador João Gregório, fotografar. Esta excelente imagem, obtida esta semana com um telescópio Maksutov-Cassegrain mostra de forma bastante clara a calote polar marciana, bem como algumas marcas de albedo características. Com pouco mais de 14 segundos de arco de tamanho aparente, Marte irá crescer mais ao longo dos próximos meses, até à oposição no dia 7 de Novembro, quando terá quase 20 segundos de arco de diâmetro aparente, e transitará a uma altitude de 67º, colocando-se assim em excelentes condições de observação. )
(Monte Olimpus visto pela Mars Express.Esta é uma imagem espectacular da cratera situada no cimo do Monte Olimpus em Marte, o vulcão mais alto do Sistema Solar. O Monte Olimpus tem uma altura de 27 km, sendo a sua extensão de quase 600 km. A sua cratera possui uma profundidade de cerca de 3 km. Esta imagem, obtida pela sonda Mars Express da ESA, foi tirada a partir de uma altitude de 273 km no dia 21 de Janeiro de 2004 e cobre cerca de 100 km de extensão. )
Na madrugada de dia 26 de Maio está prevista a chegada a Marte de mais uma sonda.a Mars Phoenix Lander, destinada a aprofundar o nosso conhecimento sobre o planeta vermelho.A NASA transmitirá a partir do seu centro de controlo na Califórnia (Jet Propulsion Laboratory), todo o processo de entrada, descida e aterragem da sonda. Esta emissão estará disponível em:www.nasa.gov/multimedia/nasatv
Em Portugal, esta emissão será acompanhada em directo, a partir das 20h do dia 25 de Maio, no âmbito de uma sessão pública organizada pelo NUCLIO, a ter lugar no Instituto Geográfico do Exército, em Lisboa, na qual estarão também presentes diversos especialistas nacionais, actualmente envolvidos em projectos relevantes para a exploração de Marte.http://www.nuclio.pt/projectos/000070.html
Laboratório Nacional de Astrofísica
http://www.lna.br/
(foto do brasileiro Ramon de Paula,chefe da missão.)''Menos da metade das missões a Marte foram bem-sucedidas. É uma missão de bastante risco. Estamos preocupados, mas os benefícios científicos são grandes. Vamos correr o risco e ver o que acontece''.''O principal propósito dessa missão é ver se existe água no subsolo dessa região no norte de Marte. É possível que, havendo gelo, este contenha materiais orgânicos e que estes materiais possam provir de alguma espécie de vida que tenha existido anteriormente.'' ''É possível que tenha havido alguma forma de vida em Marte, mas não sabemos e ainda não temos como determinar isso. O modo de estimar isso é encontrarmos moléculas orgânicas, o que pode ser um tipo de informação, mas não necessariamente o suficiente.'' ''O primeiro desafio é a grande variação que existe na atmosfera de Marte. O pára-quedas precisa abrir numa certa hora, e ele precisa contar com uma determinada pressão atmosférica para conseguir reduzir a velocidade da nave.'' ''O outro desafio é que não conhecemos tão bem o solo onde iremos pousar. Estamos usando fotos da (nave) Mars Reconnaissance Orbiter para determinar o número de pedras existenes no solo e se essas pedras podem prejudicar a nave''Os cientistas da Nasa vêm trabalhando no atual projeto da missão marciana desde 2003. Segundo de Paula, os peritos da agência espacial americana aprenderam com os erros do passado.Em 1976, as sondas Viking não conseguiram detectar qualquer possível traço de que Marte já foi capaz de abrigar formas de vida, mas De Paula conta que isso se deu, em parte, pelo local do planeta em que as sondas pousaram.''O lugar em que a Viking pousou não era muito propício para ter ou ter tido vida. Nós sabemos que para ter vida, é preciso ter água. Nos pólos, existe gelo, e o gelo pode abrigar as moléculas que estamos procurando.'' ''É lógico que sempre se quer mandar as nossas informações para outros lugares. A idéia que se alguém, em algum lugar, em algum planeta, encontrasse essa nave, ele receberia uma mensagem daqui da Terra.'' disse Ramon de Paula.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home