*(LITERATURA CLANDESTINA REVOLUCIONÁRIA)*MICHEL FOUCAULT LIBERTE-ME.

VC LEU MICHEL FOUCAULT,NÃO?ENTÃO O QUE VC ESTÁ ESPERANDO FILHO DA PUTA?ELE É A CHAVE DA EVOLUÇÃO DOS HUMANOS.HISTORIA DA LOUCURA,NASCIMENTO DA CLINICA,AS PALAVRAS E AS COISAS,ARQUEOLOGIA DO SABER,A ORDEM DO DISCURSO,EU PIERRE RIVIÉRE,A VERDADE E AS FORMAS JURÍDICAS,VIGIAR E PUNIR,HISTORIA DA SEXUALIDADE,EM DEFESA DA SOCIEDADE,OS ANORMAIS...EVOLUÇÃO OU MORTE!

Monday, May 19, 2008

Venezuela acusa EUA de invadir seu espaço aéreo 19/05/08

O governo da Venezuela afirmou nesta segunda-feira que um avião militar dos Estados Unidos violou seu espaço aéreo no sábado, mesmo dia em que 60 militares colombianos teriam sido flagrados sem autorização dentro do território venezuelano.O incidente com o avião foi qualificado como uma "provocação" pelas autoridades de Caracas."Acreditamos que foi uma operação consciente por parte das Forças Armadas dos Estados Unidos, e é um elo a mais na corrente de provocações com a qual querem envolver nosso país", disse o ministro de Defesa venezuelano, Gustavo Rangel Briceño, em uma coletiva, acompanhado do alto comando das Forças Armadas e do chanceler Nicolas Maduro.
A violação do espaço aéreo venezuelano teria ocorrido na noite do sábado, quando radares venezuelanos teriam detectado a presença do avião dos Estados Unidos.De acordo com Briceño, o piloto do avião teria dito que estava realizando manobras de treinamento em Curaçao (ilha caribenha que faz parte das Antilhas Holandesas, localizada ao norte da Venezuela). Logo depois o avião teria se retirado.
"Reiteramos nossa missão pacifista, mas ao mesmo tempo colocamos à disposição do mundo nossa capacidade de defender nosso território", acrescentou Briceño.Para o governo, a incursão aérea e terrestre no sábado não ocorreram por coincidência."São com incidentes menores como esse que se pretendem criar incidentes maiores, para justificarem um conflito armado entre nossos países (Colômbia e Venezuela)", disse Maduro.
O governo da Colômbia nega as acusações. O ministro de Defesa, Juan Manuel Santos, disse em Bogotá que foi feita uma investigação interna, e a conclusão foi que nenhuma tropa colombiana teria cruzado a fronteira.
A chancelaria venezuelana disse que possui fotografias e outros documentos que comprovam a invasão de seu território. O chanceler Nicolas Maduro disse ter ativado os mecanismos diplomáticos para solucionar o incidente com o país vizinho.No caso da aeronave americana, Maduro informou que o embaixador dos EUA na Venezuela, Patrick Duddy foi convocado para dar explicações sobre o incidente.Maduro disse que discutirá na reunião de fundação da União de Nações Sul-americanas (Unasul) que será realizada em Brasília na próxima sexta-feira, a atual crise diplomática com o governo da Colômbia."Vamos abrir um debate aberto frontal (...) a Unasul nasce para garantir a soberania de nossa região", afirmou.

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home